terça-feira, 8 de maio de 2012

Avaliação do Desempenho do Sistema Logísitco de Suprimentos


José Renato Condursi Paranhos


Processo no qual a Instituição avalia o desempenho do Sistema Logístico de Suprimentos por intermédio da análise de indicadores relacionados a excelência na execução dos processos e a contribuição para o resultado dos negócios.

Tendo como objetivos:

§  Implementar sistema de indicadores, acordados com a direção superior e clientes internos, abrangendo os níveis estratégico, tático e operacional, que reflitam os resultados do SLS, e atendam  as necessidades de informação das várias instâncias de decisão.

§  Avaliar os resultados do SLS e o alinhamento das políticas, diretrizes e metas das áreas avaliadas com as da Instituição.

§  Avaliar o cumprimento dos acordos de nível de serviço negociados entre o Suprimento e os clientes internos, das normas e orientações internas da Instituição e da legislação aplicável à instituição, no que se refere à atividade de suprimento.

§  Divulgar internamente as informações gerenciais que permitam orientar a tomada de decisões no âmbito do SLS, dos clientes internos e da direção superior da instituição.

§  Contribuir para o aprimoramento dos processos do suprimento de materiais, através das indicações de pontos para melhorias apontados nos relatórios de avaliação por indicadores e pelas auditorias.

Suas atividades principais :

§  Identificação dos Indicadores de Desempenho

É a análise e definição, em conjunto com os parceiros e clientes internos, bem como a direção superior, dos indicadores suficientes e necessários para medir o desempenho operacional das funções e do Sistema Logístico de Suprimento e sua contribuição para os resultados da instituição.

§  Avaliação por indicadores



É o acompanhamento de indicadores, tanto do nível estratégico quanto operacional, a comparação com metas e referenciais externos e internos e, como resultado, a avaliação do desempenho do suprimento e seu impacto nos resultados da Instituição.



§  Auditoria de Suprimento



É a verificação da execução adequada das atividades dos processos de suprimento, o cumprimento das diretrizes  e as orientações contidas nas normas internas, a fim de identificar pontos de excelência e aqueles passíveis de melhoria.



§  Elaboração de relatórios gerenciais

É a consolidação das informações relevantes relacionadas ao SLS, para conhecimento do corpo gerencial, acompanhamento dos indicadores e identificação de medidas preventivas ou corretivas a serem implementadas.



As  Melhores práticas:



§  Avaliar o desempenho  do SLS, por meio de indicadores e auditorias, garantindo a integridade dos processos, agilizando e facilitando o processo de tomada de decisões pelos clientes. A avaliação deve ser realizada de maneira formal e constante.



§  Alinhar os indicadores de desempenho, direta ou indiretamente,  aos objetivos estratégicos,  desde os definidos para o  nível estratégico até aos táticos e operacionais. Os  indicadores estratégicos deverão permitir visualizar a contribuição das ações do SLS para os resultados da organização hospitalar.



§   Acompanhar o nível e o histórico dos indicadores de desempenho de todos os processos do SLS, coletados e calculados de maneira automatizada e sistêmica.



§  Apropriar os custos da atividade de suprimento de materiais, inclusive custos financeiros, de forma a subsidiar adequadamente os processos decisórios da Companhia.



§  Apropriar os custos causados por deficiências nas atividades do Suprimento aos processos que apóia, com vistas a condução de forma seletiva dos esforços para a detecção e eliminação de falhas nestas atividades.



§  Garantir que o sistema de avaliação por indicadores de desempenho seja uma ferramenta de gestão funcional para os órgãos do SLS e também para os clientes internos responsáveis pela tomada de decisões.



§  Envolver os gestores dos processos do SLS e clientes internos no planejamento dos indicadores de desempenho do SLS, a fim de garantir o pleno entendimento, a funcionalidade e utilidade dos indicadores.



§  Fazer comparações com referenciais de excelência externos à Instituição.  



§  Gerar programas formais de melhoria contínua a partir do resultado da avaliação de desempenho.




Nenhum comentário:

Postar um comentário